Com relação aos princípios que regem a Administração Pública, assinale a opção INCORRETA.  
No que se refere aos princípios que regem o direito administrativo, assinale a opção correta.
Questão: 13406
Banca: CESPE Prova: Técnico - Administração Ano: 2016
Determinada autoridade administrativa deixou de anular ato administrativo ilegal, do qual decorriam efeitos favoráveis para seu destinatário, em razão de ter decorrido mais de cinco anos desde a prática do ato, praticado de boa-fé.

Nessa situação hipotética, a atuação da autoridade administrativa está fundada no princípio administrativo da
Questão: 13423
Banca: CESPE Prova: Analista Judiciário Ano: 2016
Acerca do princípio da segurança jurídica, assinale a opção correta.
É correto afirmar sobre os princípios da Administração Pública.
Questão: 14861
Banca: CONSESP Prova: Procurador Jurídico Ano: 2015
 “É entendido como a exigência de atuação leal e coerente do Estado, proibindo comportamentos administrativos contraditórios."

No âmbito do Direito Administrativo, esse princípio ganhou notoriedade no caso conhecido como
Nosso ordenamento jurídico, no que diz respeito à Administração Pública, estabelece princípios que regem a conduta dos agentes públicos.
Marque a alternativa que contém, apenas, estes princípios.
Questão: 15233
Banca: IBFC Prova: Técnico - Comercial Ano: 2015
Assinale a alternativa correta sobre um elemento que figura na relação do Direito Administrativo com o Direito Processual Civil e Penal de forma a aproximá-los.
Questão: 15344
Banca: CESPE Prova: Auditor Ano: 2015

No que concerne ao regime jurídico-administrativo, julgue o  item  subsequente.


A proteção da confiança, desdobramento do princípio da segurança jurídica, impede a administração de adotar posturas manifestadamente contraditórias, ou seja, externando posicionamento em determinado sentido, para, em seguida, ignorá-lo, frustrando a expectativa dos cidadãos de boa-fé.








Questão: 15345
Banca: CESPE Prova: Auditor Ano: 2015

No que concerne ao regime jurídico-administrativo, julgue o  item  subsequente.


O princípio da segurança jurídica não se sobrepõe ao da legalidade, devendo os atos administrativos praticados em violação à lei, em todo caso, ser anulados, a qualquer tempo.