Questões da Prova de Analista - Engenharia Civil

Questão: 594745
Banca: FUNCAB Prova: Analista - Engenharia Civil Ano: 2014
Disciplina: Assunto:
Na primeira fase da trajetória das políticas de saúde no Brasil (1974-1979), destacou-se:
Questão: 301316
Banca: FCC Prova: Analista - Engenharia Civil Ano: 2015
Disciplina: Engenharia Civil Assunto: Geral ,
Considere a composição de insumos para a execução de revestimento de gesso.

Após análise dessa composição e com o intuito de redução de custos, o empreiteiro obteve um desconto de 18% na compra do gesso. Nessas condições, a redução percentual do custo unitário da aplicação do revestimento com gesso é, em %,
Questão: 300613
Banca: FGV Prova: Analista - Engenharia Civil Ano: 2015
Disciplina: Engenharia Civil Assunto: Geral ,
A figura abaixo mostra uma viga com 5m de comprimento, engastada nas seções "A" e "B", que está submetida ao carregamento indicado. Os valores das reações de apoio da viga são respectivamente.

Questão: 527398
Banca: FUNCAB Prova: Analista - Engenharia Civil Ano: 2014
Disciplina: Assunto:
“Uso-o pouco, em parte para poupá-lo, em parte porque quando posso estou sempre de tênis.” (§ 3)
Acerca da estrutura do período transcrito acima, são feitas as seguintes afirmativas:
I. O período é composto por subordinação e coordenação, constituído de 4 orações.
II. A primeira oração “Uso-o pouco” é principal.
III. A segunda oração “em parte para poupá-lo” é subordinada adverbial final.
IV. A terceira oração “em parte porque [...] estou sempre de tênis” é coordenada assindética.
V. A quarta oração “quando posso” é subordinada adverbial temporal.
Das afirmativas acima, estão corretas:

                                                              O suor e a lágrima


     Fazia calor no Rio, 40 graus e qualquer coisa, quase 41. No dia seguinte, os jornais diriam que fora o mais quente deste verão que inaugura o século e o milênio. Cheguei ao Santos Dumont, o voo estava atrasado, decidi engraxar os sapatos. Pelo menos aqui no Rio, são raros esses engraxates, só existem nos aeroportos e em poucos lugares avulsos.

     Sentei-me naquela espécie de cadeira canônica, de coro de abadia pobre, que também pode parecer o trono de um rei desolado de um reino desolante.

     O engraxate era gordo e estava com calor – o que me pareceu óbvio. Elogiou meus sapatos, cromo italiano, fabricante ilustre, os Rosseti. Uso-o pouco, em parte para poupá-lo, em parte porque quando posso estou sempre de tênis.

     Ofereceu-me o jornal que eu já havia lido e começou seu ofício. Meio careca, o suor encharcou-lhe a testa e a calva. Pegou aquele paninho que dá brilho final nos sapatos e com ele enxugou o próprio suor, que era abundante.

     Com o mesmo pano, executou com maestria aqueles movimentos rápidos em torno da biqueira, mas a todo instante o usava para enxugar-se – caso contrário, o suor inundaria o meu cromo italiano.

     E foi assim que a testa e a calva do valente filho do povo ficaram manchadas de graxa e o meu sapato adquiriu um brilho de espelho à custa do suor alheio. Nunca tive sapatos tão brilhantes, tão dignamente suados.

     Na hora de pagar, alegando não ter nota menor, deixei-lhe um troco generoso. Ele me olhou espantado, retribuiu a gorjeta me desejando em dobro tudo o que eu viesse a precisar nos restos dos meus dias.

     Saí daquela cadeira com um baita sentimento de culpa. Que diabo, meus sapatos não estavam tão sujos assim; por míseros tostões, fizera um filho do povo suar para ganhar seu pão. Olhei meus sapatos e tive vergonha daquele brilho humano, salgado como lágrima.

(CONY, Carlos Heitor. O suor e a lágrima. Folha de S. Paulo. Primeiro Caderno. Opinião.A2. 19 fev. 2001.) 

Questão: 400844
Banca: CESPE Prova: Analista - Engenharia Civil Ano: 2016
Disciplina: Legislação dos TRFs, STJ, STF e CNJ Assunto: Geral ,
O macrodesafio do Poder Judiciário, estabelecido como estratégia para 2020, é
A próxima questão deverá ser respondida à luz da Resolução n.º 198/2014 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e suas alterações, a qual rege o planejamento estratégico no Poder Judiciário brasileiro para 2020.
Questão: 301289
Banca: FCC Prova: Analista - Engenharia Civil Ano: 2015
Disciplina: Engenharia Civil Assunto: Geral ,
O solo de uma área de empréstimo, com massa específica das partículas de 2,60 g/cm3, possui porosidade de 50%. Pretendese empregar esse solo na construção de um aterro cujo volume é de 162 500 m3. O volume de solo a ser escavado na área de empréstimo, em m3, para que o aterro seja construído com massa específica natural de 2,00 g/cm3 e teor de umidade igual a 25%, é
Questão: 586989
Banca: FCC Prova: Analista - Engenharia Civil Ano: 2016
Disciplina: Assunto:
Sobre a avaliação de imóveis urbanos pode-se afirmar que o
Questão: 527400
Banca: FUNCAB Prova: Analista - Engenharia Civil Ano: 2014
Disciplina: Assunto:
“Uso-o pouco, em parte para poupá-lo, em parte porque quando posso estou sempre de tênis.” (§ 3)
Acerca da estrutura do período transcrito acima, são feitas as seguintes afirmativas:
I. O período é composto por subordinação e coordenação, constituído de 4 orações.
II. A primeira oração “Uso-o pouco” é principal.
III. A segunda oração “em parte para poupá-lo” é subordinada adverbial final.
IV. A terceira oração “em parte porque [...] estou sempre de tênis” é coordenada assindética.
V. A quarta oração “quando posso” é subordinada adverbial temporal.
Das afirmativas acima, estão corretas:

                                                              O suor e a lágrima


     Fazia calor no Rio, 40 graus e qualquer coisa, quase 41. No dia seguinte, os jornais diriam que fora o mais quente deste verão que inaugura o século e o milênio. Cheguei ao Santos Dumont, o voo estava atrasado, decidi engraxar os sapatos. Pelo menos aqui no Rio, são raros esses engraxates, só existem nos aeroportos e em poucos lugares avulsos.

     Sentei-me naquela espécie de cadeira canônica, de coro de abadia pobre, que também pode parecer o trono de um rei desolado de um reino desolante.

     O engraxate era gordo e estava com calor – o que me pareceu óbvio. Elogiou meus sapatos, cromo italiano, fabricante ilustre, os Rosseti. Uso-o pouco, em parte para poupá-lo, em parte porque quando posso estou sempre de tênis.

     Ofereceu-me o jornal que eu já havia lido e começou seu ofício. Meio careca, o suor encharcou-lhe a testa e a calva. Pegou aquele paninho que dá brilho final nos sapatos e com ele enxugou o próprio suor, que era abundante.

     Com o mesmo pano, executou com maestria aqueles movimentos rápidos em torno da biqueira, mas a todo instante o usava para enxugar-se – caso contrário, o suor inundaria o meu cromo italiano.

     E foi assim que a testa e a calva do valente filho do povo ficaram manchadas de graxa e o meu sapato adquiriu um brilho de espelho à custa do suor alheio. Nunca tive sapatos tão brilhantes, tão dignamente suados.

     Na hora de pagar, alegando não ter nota menor, deixei-lhe um troco generoso. Ele me olhou espantado, retribuiu a gorjeta me desejando em dobro tudo o que eu viesse a precisar nos restos dos meus dias.

     Saí daquela cadeira com um baita sentimento de culpa. Que diabo, meus sapatos não estavam tão sujos assim; por míseros tostões, fizera um filho do povo suar para ganhar seu pão. Olhei meus sapatos e tive vergonha daquele brilho humano, salgado como lágrima.

(CONY, Carlos Heitor. O suor e a lágrima. Folha de S. Paulo. Primeiro Caderno. Opinião.A2. 19 fev. 2001.) 

Questão: 300633
Banca: FGV Prova: Analista - Engenharia Civil Ano: 2015
Disciplina: Engenharia Civil Assunto: Geral ,
A figura abaixo mostra uma viga com 5m de comprimento, engastada nas seções "A" e "B", que está submetida ao carregamento indicado. Os valores das reações de apoio da viga são respectivamente.

Em uma planilha eletrônica em Excel-2013 na célula A2 foi inserida a equação =aleatório()*pi() e a célula A2 apresentou como resposta