Questões da Prova de Juiz federal

Questão: 62326
Banca: CESPE Prova: Juiz federal Ano: 2011
Assinale a opção correta acerca dos princípios básicos do direito penal e das imunidades.
Questão: 192060
Banca: CESPE Prova: Juiz federal Ano: 2011
A respeito dos contratos que os empresários individuais e as sociedades empresárias celebram no exercício diário de suas atividades econômicas, assinale a opção correta.
Questão: 83299
Banca: CESPE Prova: Juiz federal Ano: 2011
Disciplina: Direito Civil Assunto: Geral ,
Em relação à disciplina dos contratos em espécie, assinale a opção correta.
Questão: 90363
Banca: CESPE Prova: Juiz federal Ano: 2011
Disciplina: Direito Processual Penal Assunto: Geral ,
Assinale a opção correta acerca da competência e da ação penal.
Assinale a alternativa INCORRETA.
Questão: 547117
Banca: TRF - 2ª Região Prova: Juiz federal Ano: 2017
Disciplina: Assunto:
Segundo orientação do Superior Tribunal de Justiça, em regra, benefício previdenciário indevidamente recebido e não devolvido ao INSS deve ser objeto de: 
Questão: 22608
Banca: TRF - 3ª REGIÃO Prova: Juiz federal Ano: 2013
Assinale a alternativa incorreta:

Questão: 18066
Banca: TRF - 2ª Região Prova: Juiz federal Ano: 2014
Assinale a opção correta:
Questão: 394317
Banca: CESPE Prova: Juiz federal Ano: 2011
Disciplina: Direito Econômico Assunto: Princípios da Atividade Econômica ,
Em relação à prática denominada dumping e às medidas de salvaguarda, assinale a opção correta.
Questão: 101032
Banca: TRF - 3ª REGIÃO Prova: Juiz federal Ano: 2013
Dentre as proposições que se seguem, assinale a correta, levando-se em consideração a legislação de regência, em sua redação atual:

I - Na concessão do beneficio de aposentadoria rural por idade ao segurado especial e ao trabalhador rural, empregado ou enquadrado na categoria de contribuinte individual, o tempo de atividade rural exercido até 31 de dezembro de 2010, sem o recolhimento das respectivas contribuições, é considerado para efeito de carência, desde que esse tempo de serviço seja comprovado com base em inicio de prova material, corroborada por prova testemunhai.

II - Na concessão do benefício de aposentadoria rural por idade ao segurado especial e ao trabalhador rural, empregado ou enquadrado na categoria de contribuinte individual, o tempo de atividade rural exercido entre janeiro de 2011 a dezembro de 2015, sem o recolhimento das respectivas contribuições, é considerado para efeito de carência, sendo que nesse período há necessidade de comprovação específica do número de meses trabalhados para cada empregador, ou na prestação de serviço de natureza rural, em caráter eventual, sem relação de emprego, mas cada mês comprovado será multiplicado por três, limitado a 12 meses, dentro do respectivo ano civil.

III - Ostentam a qualidade de segurado especial, entre outros: o trabalhador rural, empregado ou enquadrado na categoria de contribuinte individual, o produtor, seja proprietário, usufrutuário, possuidor, assentado, parceiro ou meeiro outorgado, comodatários ou arrendatários rurais, que explore atividade agropecuária em área de até quatro módulos fiscais, individualmente ou em regime de economia familiar, ainda que com o auxílio eventual de terceiros, desde que resida no imóvel rural ou em aglomerado próximo a ele.

IV - No regime de economia familiar o cônjuge ou companheiro e os filhos maiores de 16 anos ou a estes equiparados deverão ter participação ativa nas atividades rurais da família, para serem considerados segurados especiais, desde que não possuam outra fonte de rendimento, ressalvadas as exceções legais.

V - A exploração da atividade turística da propriedade rural, inclusive com hospedagem, desde que não seja por mais de 120 dias ao ano, não descaracteriza a condição de segurado especial.