Q212309 - Questão de No que se refere aos principais deveres do servidor, julgue os itens que se seguem.O tratamento cortês e urbano, embora relevante, não consta do rol dos deveres do servidor público, já que se trata de valor inerente à própria formação humana.

O tratamento cortês e urbano, embora relevante, não consta do rol dos deveres do servidor público, já que se trata de valor inerente à própria formação humana.
No que se refere aos principais deveres do servidor, julgue os itens que se seguem.








OUTRAS QUESTÕES RELACIONADAS COM ESSE TEMA: Q212309 - Com relação à ética no serviço público, julgue os itens de 19 a 24.O servidor que carregar consigo documentos institucionais sem prévia autorização não poderá sofrer penalidade se for constatado que não havia ninguém responsável por autorizar a retirada dos documentos. Q212309 - Caso ocorra uma tentativa de suborno por parte do usuário, compete ao funcionário recusar a proposta e registrar a ocorrência, omitindo a identificação do usuário porque, mesmo nessas condições, o funcionário tem o compromisso ético de preservar a idoneidade moral do usuário. Q212309 - Ao servidor é proibido: I. Ausentar-se do serviço durante o expediente, sem prévia autorização do chefe imediato. II. Recusar fé a documentos públicos. III. Atuar, como procurador ou intermediário, junto a repartições públicas, mesmo quando se tratar de benefícios previdenciários ou assistenciais de parentes até o segundo grau, e de cônjuge ou companheiro. IV. Manter sob sua chefia imediata, em cargo ou função de confiança, cônjuge, companheiro ou parente até o segundo grau civil A sequência correta é: Q212309 - De acordo com as regras deontológicas que fundamentam a ética profissional do servidor público, assinale a alternativa correta. Q212309 - A respeito do disposto no Decreto n.° 1.171/1994, que instituiu o Código de Ética do Servidor Público Civil, julgue os itens seguintes. Para obedecer a seus superiores, o servidor não poderá abster- se de exercer sua função, poder ou autoridade, mesmo que a finalidade da ordem por ele recebida seja estranha ao interesse público.