Q362328 - Questão sobre Considere o caso clínico descrito a seguir para responder a questão . Uma mulher de 34 anos relatou que se sentia muito cansada e desanimada há 10 meses. Iniciou o uso de uma medicação na dose de um comprimido por dia há 3 meses. Referiu que se sentiu um pouco mais disposta, então a dose foi aumentada para dois comprimidos por dia há 2 meses. Entretanto, há 1 mês, tem se sentido mais ansiosa, com taquicardia, insônia e diminuição do apetite. O quadro apresentado caracteriza efeitos colaterais de

B anca: VUNESP Prova: Analista de Promotoria I Ano: 2016
Considere o caso clínico descrito a seguir para responder a questão .

    Uma mulher de 34 anos relatou que se sentia muito cansada e desanimada há 10 meses. Iniciou o uso de uma medicação na dose de um comprimido por dia há 3 meses. Referiu que se sentiu um pouco mais disposta, então a dose foi aumentada para dois comprimidos por dia há 2 meses. Entretanto, há 1 mês, tem se sentido mais ansiosa, com taquicardia, insônia e diminuição do apetite.

O quadro apresentado caracteriza efeitos colaterais de
OUTRAS QUESTÕES RELACIONADAS COM ESSE TEMA: Q362328 - Julgue o item seguinte, relativo ao transtorno da identidade de gênero. A identificação com o gênero oposto geralmente é desencadeada pelo desejo de obtenção de vantagens culturais percebidas por quem é de outro gênero. Q362328 - Em relação ao metilfenidato, avalie se as afirmativas a seguir são falsas(F) ou verdadeiras (V): ✓ É um agente estimulante moderado do sistema nervoso central (SNC) indicado como adjuvante a intervenções psicológicas, educacionais e sociais no tratamento de distúrbios de hiperatividade. ✓ Os efeitos esperados durante o tratamento do TDAH com esse medicamento são o aumento da atenção e a diminuição da inquietação em crianças hiperativas ✓ Seu uso não é recomendado em crianças menores de seis anos de idade, pois não são estabelecidos os critérios de segurança e efetividade para essa faixa etária. ✓ A dose de metilfenidato de liberação imediata no tratamento de crianças com TDAH pode variar de 0,3 a 0,7 mg/kg, administrado 2 ou 3 vezes ao dia, ou seja, 0,9 a 2,1 mg/kg/dia.As afirmativas são respectivamente: Q362328 - Um jovem de 24 anos procurou avaliação psiquiátrica, pois “a timidez saiu do controle". Desde a infância, refere dificuldades no relacionamento interpessoal. Tentava se aproximar de colegas na escola, mas “os pensamentos não deixavam" (ideias de tornar-se o alvo de brincadeiras maldosas e humilhações). Há 2 anos, ingressou na faculdade de Direito e percebeu que o seu incômodo tem aumentado progressivamente. Ao apresentar trabalhos acadêmicos para professores e colegas, sente muito calor, sudorese, tremor e “o pior é a vermelhidão do rosto". O paciente diz: “não consigo dormir na noite anterior, pois fico preocupado com o meu desempenho; no momento em que estou me apresentando, vejo a expressão de reprovação estampada no rosto da plateia". A pior situação foi saber que havia uma pessoa interessada nele (e o interesse era recíproco), mas ele nem sequer conseguia ter uma conversa (“a vergonha me bloqueia"). O diagnóstico correto é Q362328 - Estados crepusculares da consciência, em psicopatologia, são alterações qualitativas da consciência e podem ocorrer em pacientes epiléticos, em especial no pós-íctus. Q362328 - O antipsicótico de escolha para uso em gestação é: