Q362492 - Questão sobre Em relação à NR 32, o empregador deve assegurar capacitação aos trabalhadores, antes do início das atividades e de forma continuada, devendo: ser ministrada sempre que ocorra uma mudança das condições de exposição dos trabalhadores aos agentes biológicos; ser realizado durante a jornada de trabalho; ser administrado por profissionais de saúde familiarizados com os riscos inerentes aos agentes biológicos. Assinale a incorreta, em relação ao que deve ser incluso nessa capacitação:

B anca: IBFC Prova: Enfermeiro Ano: 2013
Em relação à NR 32, o empregador deve assegurar capacitação aos trabalhadores, antes do início das atividades e de forma continuada, devendo: ser ministrada sempre que ocorra uma mudança das condições de exposição dos trabalhadores aos agentes biológicos; ser realizado durante a jornada de trabalho; ser administrado por profissionais de saúde familiarizados com os riscos inerentes aos agentes biológicos. Assinale a incorreta, em relação ao que deve ser incluso nessa capacitação:
OUTRAS QUESTÕES RELACIONADAS COM ESSE TEMA: Q362492 - Com relação à segurança em instalações e serviços em eletricidade, assinale a opção correta. Q362492 - A respeito da Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho vigente no Brasil, é correto afirmar que Q362492 - No que diz respeito às classes de incêndio, julgue o item seguinte. Os incêndios de classe D caracterizam-se por ocorrerem apenas nos metais alcalinos combustíveis, como magnésio, potássio e titânio, e exigem extintores de incêndio de pó especial. Q362492 - Para trabalhadores expostos a riscos ou a situações de trabalho que impliquem o desencadeamento ou agravamento de doenças ocupacionais, ou ainda para aqueles que sejam portadores de doenças crônicas, o exame periódico deverá ser repetido a cada Q362492 - Adelson atua no âmbito da prevenção de incêndios e explosões no CNMP. O Ministério do Trabalho e Emprego, em fiscalização às instalações que estava sob sua responsabilidade, questionou a respeito das condições em que se encontravam as saídas de emergência da edificação. Segundo o fiscal do MTE, as saídas de emergência tinham largura mínima inferior àquela legal e normativamente exigida. Adelson lançou mão de um instrumento de medição de comprimento devidamente calibrado e tomou as medidas da largura das diversas saídas de emergência existentes na edificação, acompanhado do fiscal. Eles constataram que a largura mínima medida das saídas era de 1,30 m. Nestas condições, ambos verificaram que o posicionamento inicial do fiscal do Ministério do Trabalho e Emprego estava INCORRETO porque a