Q563998 - Questão de Ramos (2005), ao discutir a (re)construção de conhecimento na escola e os fundamentos do currículo integrado, propõe um movimento no desenho para a construção desta concepção de currículo. Sobre esse processo analise as proposições: I) Problematizar fenômenos como objetos de conhecimento, buscando compreendê-los em múltiplas perspectivas: tecnológica, econômica, histórica, ambiental, social e cultural. II) Explicar teorias e conceitos fundamentais para a compreensão dos objetos estudados nas múltiplas perspectivas em que foi problematizada e localizá-los nos respectivos campos da ciência. III) Situar os conceitos como saberes de formação específica, considerando as suas finalidades e aplicações, bem como as técnicas procedimentais à ação em situações próprias a essas finalidades, independentemente dos conhecimentos da formação geral. IV) Organizar os componentes curriculares e as práticas pedagógicas, visando corresponder, nas escolhas, nas relações e nas realizações, ao pressuposto da totalidade do real como síntese de múltiplas determinações. V) Conferir preeminência às atividades práticas em detrimento da construção de conceitos, permitindo a apreensão dos fenômenos na sua forma objetiva, que caracteriza o processo de trabalho moderno.Assinale a alternativa que apresenta somente as proposições CORRETAS.

B anca: IF-ES Prova: Pedagogo Ano: 2016
Disciplina: Assunto:
Assinale a alternativa que apresenta somente as proposições CORRETAS.

Ramos (2005), ao discutir a (re)construção de conhecimento na escola e os fundamentos do currículo integrado, propõe um movimento no desenho para a construção desta concepção de currículo. Sobre esse processo analise as proposições:

I) Problematizar fenômenos como objetos de conhecimento, buscando compreendê-los em múltiplas perspectivas: tecnológica, econômica, histórica, ambiental, social e cultural.

II) Explicar teorias e conceitos fundamentais para a compreensão dos objetos estudados nas múltiplas perspectivas em que foi problematizada e localizá-los nos respectivos campos da ciência.

III) Situar os conceitos como saberes de formação específica, considerando as suas finalidades e aplicações, bem como as técnicas procedimentais à ação em situações próprias a essas finalidades, independentemente dos conhecimentos da formação geral.

IV) Organizar os componentes curriculares e as práticas pedagógicas, visando corresponder, nas escolhas, nas relações e nas realizações, ao pressuposto da totalidade do real como síntese de múltiplas determinações.

V) Conferir preeminência às atividades práticas em detrimento da construção de conceitos, permitindo a apreensão dos fenômenos na sua forma objetiva, que caracteriza o processo de trabalho moderno.