Questões Prefeitura de Nova Friburgo - RJ

Questão: 283151
Banca: EXATUS-PR Prova: Auxiliar de serviços gerais Ano: 2015
Disciplina: Noções de Primeiros Socorros Assunto: Primeiros Socorros , Primeiros Cuidados ,
Nos casos onde é necessário prestar primeiros socorros, para que este atendimento ocorra de maneira satisfatória é necessário que todos os passos abaixo sejam cumpridos a risca, EXCETO:  
Questão: 385932
Banca: EXATUS-PR Prova: Cozinheiro Ano: 2015
Disciplina: Secretariado Assunto: Geral ,
Assinale a alternativa que apresenta uma atitude que NÃO demonstra organização no local de trabalho:
Questão: 139776
Banca: EXATUS-PR Prova: Auxiliar de serviços gerais Ano: 2015
Disciplina: Assunto:
A lixeira destinada a receber materiais metálicos na coleta seletiva de lixo NÃO poderá ser utilizada no descarte de:  
Questão: 405391
Banca: EXATUS-PR Prova: Fiscal de Tributos Ano: 2015
Disciplina: Português Assunto: Geral ,
 Analise as afirmativas referentes ao texto:

I - O autor usa de argumentos históricos: analisa o mesmo fato em tempos diferentes, mostra como foi feito um julgamento antes e como ele poderia ser feito hoje.

II - O assunto tratado no texto foi sobre o conceito de decisão de acordo com o ponto de vista do autor, ou seja, a decisão nas empresas nem sempre é coerente e justa.

III - O uso das palavras “algo", “vagamente" e “insondáveis" no primeiro parágrafo reforça a ideia de que as tomadas de decisões nas empresas são objetivas e condizem com a lógica de seus funcionários, embora não os afetem de forma direta.

Quais afirmativas estão corretas?
                                O que é... decisão

1º         No mundo corporativo, há algo vagamente conhecido como “processo decisório", que são aqueles insondáveis critérios adotados pela alta direção da empresa para chegar ____ decisões que o funcionário não consegue entender. Tudo começa com a própria origem da palavra “decisão", que se formou ____ partir do verbo latino caedere (cortar). Dependendo do prefixo que se utiliza, a palavra assume um significado diferente: “incisão" é cortar dentro, “rescisão" é cortar de novo, “concisão" é o que já foi cortado, e assim por diante. E dis caedere, de onde veio “decisão" significa “cortar fora". Decidir é, portanto, extirpar de uma situação tudo o que está atrapalhando e ficar com o que interessa.

2º        E, por falar em cortar, todo mundo já deve ter ouvido a célebre história do não menos célebre rei Salomão, mas permitam-me recontá-la, transportando os acontecimentos para uma empresa moderna. Então, está um dia o rei Salomão em seu palácio quando duas mulheres são introduzidas na sala do trono. Aos berros e puxões de cabelo, as duas disputam a maternidade de uma criança recém-nascida. Ambas possuem argumentos sólidos: testemunhos da gravidez recente, depoimentos das parteiras, certidões de nascimento. Mas, obviamente, uma das duas está mentindo: havia perdido o seu bebê e, para compensar a dor, surrupiara o filho da outra.

3º      Então Salomão, em sua sabedoria, chama um guarda, manda-o cortar a criança ao meio e dar metade para cada uma das reclamantes. Diante da catástrofe iminente, a verdadeira mãe suplica: “Não! Se for assim, ó meu Senhor, dê a criança inteira viva ____ outra!", enquanto a falsa mãe faz aquela cada de “tudo bem, corta aí". Pronto. Salomão manda entregar o bebê ____ mãe em pânico, e a história se encerra com essa salomônica demonstração de conhecimento da natureza humana.

4º       Mas isso aconteceu antigamente. Se fosse hoje, com certeza as duas mulheres optariam pela primeira alternativa (porque ambas teriam feito um curso de Tomada de Decisões). Aí é que entram os processos decisórios dos salomões corporativos. Um gerente Salomão perguntaria à mãe putativa A: “Se eu lhe der esse menino, ó mulher, o que dele esperas no futuro?" E ela diria? “Quero que ele cresça com liberdade, que aprenda a cantar com os pássaros e que possa viver 100 anos de felicidade". E a mesma pergunta seria feita à mãe putativa B, que de pronto responderia: “Que o menino cresça forte e obediente e que possa um dia, por Vossa glória e pela glória de Vosso reino, morrer no campo de batalha". Então, sem piscar, o gerente Salomão ordenaria que o bebê fosse entregue à mãe putativa B.

5º        Por quê? Porque na salomônica lógica das empresas, a decisão dificilmente favorece o funcionário que tem o argumento mais racional, mais sensato, mais justo ou mais humano. A balança sempre pende para os putativos que trazem mais benefícios para o sistema.

Max Gehringer, Revista Você S. A. Ano 5. Edição 43. São Paulo, Abril, jan./2002. P. 106.
Questão: 400551
Banca: EXATUS-PR Prova: Carpinteiro Ano: 2015
Disciplina: Técnicas em Construção Civil Assunto: Geral ,
Como é denominado o acabamento realizado na ponta dos caibros que aparecem na imagem abaixo?  

                              
Questão: 327267
Banca: EXATUS-PR Prova: Professor - Educação Física Ano: 2015
Disciplina: Educação Física Assunto: Geral ,
Assinale a alternativa que não representa um objetivo central do ensino da Educação Física: 
Questão: 275526
Banca: EXATUS-PR Prova: Cozinheiro Ano: 2015
Disciplina: Nutrição Assunto: Geral ,
Assinale a afirmativa INCORRETA sobre o processo de conservação de alimentos através da defumação: 
Questão: 382407
Banca: EXATUS-PR Prova: Encarregado de Lavanderia Ano: 2015
Disciplina: Conhecimentos de Serviços Gerais Assunto: Geral ,
Equipamento que faz a esterilização das roupas através do vapor: 
Questão: 374499
Banca: EXATUS-PR Prova: Agente de Limpeza Pública Ano: 2015
Disciplina: Conhecimentos Gerais Assunto: Conhecimentos Gerais ,
Ao longo da história a humanidade se tornou mais complexa e sofisticada em seu modo de viver. O antigo homem da caverna se transformou em um cidadão das grandes cidades. Nos estudos sobre as cidades observa‐se o conceito atual de “megacidade". Qual é o principal critério para que uma cidade seja classificada como megacidade?
Questão: 405401
Banca: EXATUS-PR Prova: Guarda Municipal Ano: 2015
Disciplina: Português Assunto: Geral ,
Assinale a alternativa em que o valor semântico dos elementos coesivos destacados no texto está indicado de forma correta: 

                                                     Socorrinho

      Moço, não, sua mão, suando, grito no semáforo, em contramão, suada, pelos carros, sobre os carros, carros, moço, não, viu sua mãe e a cidade, nervosa, avançando o meio-dia, dia de calor, calor enorme, ninguém que avista, Socorrinho, algumas __________, céu de gasolina, ozônio, cheiro de álcool, moço, não, parecido sonho ruim, dor de dente, comprimido, pernilongo, extração de ouvido, o ônibus elétrico, esquinas em choques, paralelepípedos, viagens que não conhece – hoje desaparecida menina de seis anos, ou sete, trajada de camiseta, sapatinhos ou chinelos, fita crespa no cabelo, azul forte ou infinito, moço, não, aquele grito franzino, miúdo, a polícia que alega _________, magia negra, sequestro, mastiga um fósforo, a mãe de Socorrinho acende velas, incensos, chorando a Deus justiça divina, justiça duvidosa, viver agora o que seria se já não era, se por um descuido já se foi um dia sem ela, dois, Socorrinho, céus e preces, moço, não, Maria do Socorro Alves da Costa, mulatinha, sumiu misteriosa, diz uma testemunha que um negro levou sua filha embora, revolta da família, vizinho, jornal, televisão, igreja, depois de dois meses, moço, não, boneca, foto de batizado, festinha de bairro, tudo que pudesse trazer Socorrinho de volta para a memória, peito, o quarto morto, as horas puxando apreensão, suor, desesperança, batida de polícia em favelas, rodoviárias, botecos, matagais, tudo isso feito e desfeito, a mãe de Socorrinho ouvia boatos, silenciava à base de comprimidos, o marido já enlouquecido e internado, que __________, agonia de cidade, moço, não, gente ruim, sem sentimento, pra que deixar sofrendo a mãe humilde, o bairro, a câmera de TV que treme aquela realidade de cão, mundo cachorro, já noitinha de outra noite, mais outra, notícia mais nenhuma, nunca, Socorrinho desaparecida, amor quando vai embora, quando vira fé, chamado, súplica, saudade, a filha fosse devolvida, a felicidade, moço, não, gritava três meses, cinco, infinitamente, crônica policial, fichário, esquecida realidade, extraí-la do sonho para sempre, no horizonte, trajada de camiseta, sapatinhos ou chinelo, descalça, fita crespa no cabelo, azul forte ou infinito, moço, não, descaso, não escuto, moço, não, quero ir pra casa, não, moço, não, o homem arreava as calças, mais o grito, moço, não, não, Socorrinho chorava, Socorrinho esperneava, Socorrinho mais não entendia aquele mundo estranho, aquele desmaio de anjo.

                                                             Angu de sangue. São Paulo, Ateliê, 2000.