Questões TCM-RJ

Questão: 534089
Banca: IBFC Prova: Técnico de Controle Externo Ano: 2016
Disciplina: Assunto:
Assinale a alternativa incorreta
Questão: 547940
Banca: IBFC Prova: Técnico de Controle Externo Ano: 2016
Disciplina: Assunto:
 Assinale a alternativa correta sobre a identificação dos efeitos perversos da gestão de pessoas a serem evitados
Questão: 523107
Banca: IBFC Prova: Técnico de Controle Externo Ano: 2016
Disciplina: Assunto:
“Analisando, cuidadosamente, a maneira como um elemento semântico da estrutura profunda se concretiza, não vamos confundir dois ou três discursos distintos só porque todos eles falam em liberdade. É importante verificar em cada um deles o que é que "liberdade" significa, isto é, como é que ela é concretizada.”

Esse excerto pode ser sintetizado pelo enunciado:
Variabilidade na invariabilidade

    Uma pergunta que se poderia fazer é a seguinte: se discursos de natureza muito diferente utilizam-se dos mesmos elementos semânticos, como, por exemplo, liberdade, felicidade, justiça, de que maneira se pode distingui-los?
    É preciso estabelecer uma diferença entre um nível profundo e um nível de superfície. Por exemplo, numa história de fadas, o príncipe necessita sempre de um objeto mágico para vencer seu oponente e ficar com a princesa. Numa história, é um anel mágico; noutra, é uma espada mágica e assim por diante. Os elementos semânticos que aparecem na superfície (um objeto mágico determinado) são variações que concretizam um elemento semântico invariante, mais abstrato e mais profundo, o poder-vencer.
    A liberdade pode ser concretizada, por exemplo, como "evasão espacial" (ida para uma ilha no Pacífico Sul, ida para um lugar perdido na floresta amazônica) ou como ''evasão temporal" (volta à infância). O discurso de muitos poetas românticos concretiza assim a liberdade. No entanto, a liberdade poderia ainda aparecer na superfície como “direito à diferença, à singularidade" (observe-se o discurso de certas minorias) ou como "não-exploração", que poderia ser a forma de um partido operário entender a liberdade
    Analisando, cuidadosamente, a maneira como um elemento semântico da estrutura profunda se concretiza, não vamos confundir dois ou três discursos distintos só porque todos eles falam em liberdade. É importante verificar em cada um deles o que é que "liberdade" significa, isto é, como é que ela é concretizada.
    Cada um dos níveis não tem apenas uma semântica, tem também uma sintaxe própria. Não interessa, porém, neste trabalho, expor todos os elementos da sintaxe do nível profundo e do nível superficial, pois estamos fazendo todas essas distinções com a finalidade de precisar o nível em que a linguagem sofre determinações sociais.
    Podemos agora determinar com maior precisão o componente da linguagem em que percebemos com toda a nitidez a determinação ideológica. Dissemos anteriormente que era a semântica discursiva que mostrava, com clareza, uma maneira de ver o mundo de uma dada sociedade numa determinada época. Isso, a nosso ver, está correto, pois não é indistinto falar da "liberdade" ou da "ordem", da "riqueza" ou do "amor ao próximo". No entanto, estudar as coerções ideológicas só com os elementos da estrutura profunda pode, como já mostramos, falsear a análise. É no nível superficial, isto é, na concretização dos elementos semânticos da estrutura profunda, que se revelam, com plenitude, as determinações ideológicas. Os discursos que consideram a liberdade como "direito à diferença" ou como "não-exploração da força de trabalho'' pertencem a universos ideológicos distintos .
    Além disso, dois discursos podem trabalhar com os mesmos elementos semânticos e revelar duas visões de mundo completamente diferentes, porque o falante pode dar valores distintos aos elementos semânticos que utiliza. Alguns são considerados eufóricos, isto é, são valorizados positivamente; outros, disfóricos, ou seja, são valorizados negativamente. O conto A gata borralheira e o romance Justine, do Marquês de Sade, colocam em jogo praticamente as mesmas oposições semânticas: submissão, humildade, amor ao próximo, bondade vs. prepotência, orgulho, maldade, cinismo. No primeiro dos textos, são eufóricas as virtudes da submissão e da humildade, que são recompensadas, e disfóricos o orgulho e a prepotência, que são castigados. No segundo texto, eufóricos são os elementos valorizados negativamente no primeiro texto e disfóricos, os valorizados positivamente.

FIORIN, José Luiz. Linguagem e Ideologia. São Paulo: Ática, 2007.
Questão: 580001
Banca: Prefeitura do Rio de Janeiro - RJ Prova: Analista de Informação Ano: 2011
Disciplina: Assunto:
No .Net Framework 3.5, o Frameworks Class Library (FCL) possui uma hierarquia de classes que oferecem funcionalidades para diversos tipos de necessidades. Assim, um primeiro namespace possui os tipos nativos para o desenvolvimento, contendo as classes fundamentais e básicas que definem valores e referências de dados usados rotineiramente, eventos e manipuladores, interfaces, atributos e processamento de exceções, enquanto um segundo namespace contém as classes que constituem a arquitetura ADO.Net, que por sua vez é implementada em aplicações de modelo client-server como Windows Forms. Esses namespaces são conhecidos, respectivamente, como:
Questão: 570085
Banca: IBFC Prova: Técnico de Controle Externo Ano: 2016
Disciplina: Assunto:
A constituição do Estado do Rio de Janeiro, especificamente no capítulo que versa sobre a Administração Pública, determina a obrigatoriedade de obediência aos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade, interesse coletivo e, também, preceitua diversas condutas/comportamentos que devem ser seguidos. Assinale a alternativa que NÃO corresponde a uma dessas previsões expressamente descritas. 
Questão: 572645
Banca: IBFC Prova: Técnico de Controle Externo Ano: 2016
Disciplina: Assunto:
Assinale a alternativa correta quanto às previsões da Constituição Federal sobre os orçamentos.
Questão: 586047
Banca: IBFC Prova: Técnico de Controle Externo Ano: 2016
Disciplina: Assunto:
Tendo em vista a Lei Orgânica do Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro, as contas serão julgadas:
Questão: 547938
Banca: IBFC Prova: Técnico de Controle Externo Ano: 2016
Disciplina: Assunto:
Assinale a alternativa correta sobre a noção de pressuposições básicas entre os elementos do comportamento organizacional.
Questão: 545721
Banca: IBFC Prova: Técnico de Controle Externo Ano: 2016
Disciplina: Assunto:

No que concerne à função e aos processos de planejamento em organizações, julgue o item subsequente.


A administração por objetivos determina que a organização defina objetivos e avalie resultados para alguns de seus aspectos-chave, como produtividade, rentabilidade e inovação.

Questão: 534082
Banca: IBFC Prova: Técnico de Controle Externo Ano: 2016
Disciplina: Assunto:
Considerando o disposto na Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 a respeito dos princípios fundamentais, dos direitos e garantias fundamentais, da organização do estado, da organização político-administrativa, da União, dos Estados federados, dos Municípios e da intervenção, assinale a afirmativa INCORRETA.