Questões de Concurso de Engenharia Eletrônica

Questão: 384302
Banca: CESPE Prova: Analista Judiciário - Engenharia Ano: 2016
Disciplina: Engenharia Eletrônica Assunto: Geral ,
O microprocessador é um dispositivo lógico programável concebido sob a tecnologia
Questão: 384303
Banca: CESPE Prova: Analista Judiciário - Engenharia Ano: 2016
Disciplina: Engenharia Eletrônica Assunto: Geral ,
O microprocessador é um dispositivo lógico programável concebido sob a tecnologia
Questão: 384304
Banca: CESPE Prova: Analista Judiciário - Engenharia Ano: 2016
Disciplina: Engenharia Eletrônica Assunto: Geral ,
O microprocessador é um dispositivo lógico programável concebido sob a tecnologia
Questão: 384305
Banca: CESPE Prova: Analista Judiciário - Engenharia Ano: 2016
Disciplina: Engenharia Eletrônica Assunto: Geral ,
O microprocessador é um dispositivo lógico programável concebido sob a tecnologia
Questão: 384306
Banca: FGV Prova: Engenheiro eletricista Ano: 2016
Disciplina: Engenharia Eletrônica Assunto: Geral ,
O microprocessador é um dispositivo lógico programável concebido sob a tecnologia
Questão: 384445
Banca: CESGRANRIO Prova: Engenheiro de Equipamento Júnior - Elétrica Ano: 2014
Disciplina: Engenharia Eletrônica Assunto: Geral ,
A engenharia de comunicação visa a transmitir sinais de um ponto para outro através de um canal. Esses canais podem ser linhas de transmissão — o espaço aberto livre para irradiação do sinal de rádio e TV —, uma linha telefônica ou uma fibra ótica, entre outros. Como o sinal tem uma banda bem menor que a do canal, não é lógico nem economicamente viável, usar-se um canal para transmitir um único sinal. Para evitar interferências que invalidariam a recuperação do sinal no receptor, não se transmite, diretamente, mais de um sinal em um canal, concomitantemente.

Há, porém, uma técnica ou equipamento mais adequado para transmitir, em um mesmo canal, mais de um sinal, simultaneamente, evitando os problemas mencionados, que é a(o)
Questão: 384446
Banca: CESGRANRIO Prova: Engenheiro de Equipamento Júnior - Elétrica Ano: 2014
Disciplina: Engenharia Eletrônica Assunto: Geral ,
Com uma onda portadora senoidal de sinal de 20 V de pico e de frequência de 1MHz, é produzida uma modulação em amplitude, com uma informação cossenoidal de 20 V de pico a pico e de frequência de 1KHz.

A potência média do sinal modulado, em watts, transmitida a uma carga de 1Ω é
Questão: 384447
Banca: CESGRANRIO Prova: Engenheiro de Equipamento Júnior - Elétrica Ano: 2014
Disciplina: Engenharia Eletrônica Assunto: Geral ,

Na modulação digital, verifica-se que um sinal denominado portador é modulado por bits 0 e 1, em sequências de pulsos com amplitude, frequência ou fase que variam em função do bit que se deseja transmitir. Nesse sentido, podem-se citar diversas modulações binárias, tais como ASK, FSK e PSK. As Figuras abaixo representam o diagrama do modulador ASK e a sua respectiva saída.

Diante do exposto, conclui-se que os ganhos A e B dos amplificadores são, respectivamente,

Na modulação digital, verifica-se que um sinal denominado portador é modulado por bits 0 e 1, em sequências de pulsos com amplitude, frequência ou fase que variam em função do bit que se deseja transmitir. Nesse sentido, podem-se citar diversas modulações binárias, tais como ASK, FSK e PSK. As Figuras abaixo representam o diagrama do modulador ASK e a sua respectiva saída.

imagem-002.jpg
Questão: 384448
Banca: CESGRANRIO Prova: Engenheiro de Equipamento Júnior - Elétrica Ano: 2014
Disciplina: Engenharia Eletrônica Assunto: Geral ,
Sendo A o bit mais significativo e supondo-se ainda que os níveis lógicos assumam as tensões “1” = 5 volts e “0”=0 volts, quais são, respectivamente, a função das portas AND e a saída analógica Vs, em volts, para o binário de entrada composto dos bits A=“1”, B=“0”, C=“0” e D=“1”?
A Figura abaixo mostra um circuito capaz de converter um sinal digital em um sinal analógico. Conhecido como conversor digital analógico D/A, é usado em instrumentação de medição de processos.




Questão: 384449
Banca: CESGRANRIO Prova: Engenheiro de Equipamento Júnior - Elétrica Ano: 2014
Disciplina: Engenharia Eletrônica Assunto: Geral ,
O circuito (I) é um diferenciador tradicional, simples, apresentando certas deficiências, tais como instabilidade de ganho e sensibilidade a ruídos. O circuito (II) é mais aprimorado, e nele é inserido um resistor (R1) na entrada, que minimiza certas imperfeições encontradas no circuito diferenciador básico (I), o que lhe traz vantagens.

Comparando-se os dois circuitos, constata-se que o(a)
As Figuras abaixo apresentam dois circuitos (I) e (II) diferenciadores.